Teatro

Teatro

Teatros baseados
em obras de
Augusto Cury

“>Teatros baseados
em obras de
de Augusto Cury

peça de teatrro

O Vendedor de Sonhos

Baseado no best-seller homônimo de Augusto Cury. Na trama, o personagem Júlio César tenta o suicídio, e é impedido de cometer o ato final por intermédio de um mendigo, o “Mestre”, que lhe vende uma vírgula, para que continue a escrever a sua história. Juntos encontram Bartolomeu, um bêbado boa-praça que decide unir-se a eles na missão de vender sonhos e de despertar a sociedade doente. A revelação de um passado conflituoso do Mestre pode destroçar a grande missão do Vendedor de Sonhos.

 

atores de teatro

O Homem mais inteligente da história

Quando o renomado psiquiatra Marco Polo vai a Jerusalém participar de uma reunião na ONU, ele é desafiado a estudar a mente do homem mais famoso da história: Jesus. Marco Polo, um dos maiores ateus da atualidade, se recusa, alegando não discutir religião, mas é instigado por uma plateia de intelectuais a realizar essa empreitada. Depois de muita resistência, ele aceita o desafio. É, então, montada uma mesa-redonda, composta por brilhantes profissionais para analisar a mente de Jesus sob os ângulos da ciência e não da religião. A partir disso, o personagem começa uma jornada épica para saber se Jesus era um mestre em ter autocontrole, gerir sua emoção, trabalhar perdas e frustrações, libertar sua criatividade e formar pensadores. Ao estudar a mente de Jesus, Marco Polo surpreende os demais participantes da pesquisa que esperavam encontrar um homem comum, sem grandes habilidades intelectuais, mas que ficam admirados diante do inexplicável.

 

Nunca desista de seus sonhos

Foi o primeiro livro do Dr. Augusto Cury a receber uma adaptação para o teatro, em 2018. No ano seguinte, se consolidou como sucesso de crítica e público, tornando-se a maior turnê teatral do país em número de apresentações em 2019 e representando o Brasil no Festival Internacional de Teatro do Caribe
Com mais de 180 apresentações a peça já deixou mais de 120 mil pessoas emocionadas em todo o Brasil, ela provoca uma reflexão e promete impactar profundamente quem a assistir.
Convida o espectador a uma viagem para dentro de si mesmo, aprender a escrever os capítulos mais importantes da própria história, mesmo diante dos mais diversos desafios.
Foi adaptado para o teatro com a produção da Applaus/Luciano Cardoso e cuidadosamente em texto escrito pelo próprio Augusto Cury, juntamente com a roteirista e diretora Cristiane Natale e Erikah Barbin

A turma da floresta viva

Sabe aquela criança que não sai do celular? Que tal levá-la para conhecer o teatro e assistir a uma aventura mágica emocionante? A Turma da Floresta Viva é a primeira obra literária infantil do psiquiatra Augusto Cury adaptada para um espetáculo teatral. De uma maneira descontraída, a peça conta uma surpreendente história de preservação da natureza e sobre a saúde emocional de nossos filhos.

Os gêmeos Guto e Alice não gostam muito de estudar, vivem brigando, não sabem esperar e querem “tudo” na hora. Suas únicas atividades além da escola são jogos e redes sociais. Por consequência, desenvolvem também uma grande incapacidade de concentração. Esses são sintomas do mal do século: a “ansiedade”.

No entanto, as coisas mudam quando, de repente, começam a ouvir animais falantes e ficam muito intrigadas. Os tais bichos afirmam que elas são “escolhidas” como guardiãs para um desafio de proteger a natureza. Então, seus pais, preocupados com o comportamento estranho dos filhos, chamam o avô, o psiquiatra Dr. Augusto, para analisá-los.

Quando vovô e netos se encontram, um grande segredo é revelado: ele também é um escolhido! Juntos, encaram um desafio de visitar a perigosa e encantada Floresta Viva, no coração da misteriosa Região Amazônica.

Nessa aventura, além de serem sensibilizadas para a causa ambiental, as crianças descobrirão como controlar seus impulsos, encarar seus medos e aquietar suas mentes. Desvendando assim habilidades de gestão das emoções para salvar a Turma da Floresta Viva como guardiões da natureza.

O Vendedor de Sonhos

Baseado no best-seller homônimo de Augusto Cury. Na trama, o personagem Júlio César tenta o suicídio, e é impedido de cometer o ato final por intermédio de um mendigo, o “Mestre”, que lhe vende uma vírgula, para que continue a escrever a sua história. Juntos encontram Bartolomeu, um bêbado boa-praça que decide unir-se a eles na missão de vender sonhos e de despertar a sociedade doente. A revelação de um passado conflituoso do Mestre pode destroçar a grande missão do Vendedor de Sonhos.

O Homem Mais Inteligente Da História

Quando o renomado psiquiatra Marco Polo vai a Jerusalém participar de uma reunião na ONU, ele é desafiado a estudar a mente do homem mais famoso da história: Jesus. Marco Polo, um dos maiores ateus da atualidade, se recusa, alegando não discutir religião, mas é instigado por uma plateia de intelectuais a realizar essa empreitada. Depois de muita resistência, ele aceita o desafio. É, então, montada uma mesa-redonda, composta por brilhantes profissionais para analisar a mente de Jesus sob os ângulos da ciência e não da religião. A partir disso, o personagem começa uma jornada épica para saber se Jesus era um mestre em ter autocontrole, gerir sua emoção, trabalhar perdas e frustrações, libertar sua criatividade e formar pensadores. Ao estudar a mente de Jesus, Marco Polo surpreende os demais participantes da pesquisa que esperavam encontrar um homem comum, sem grandes habilidades intelectuais, mas que ficam admirados diante do inexplicável.
A peça traz à tona a mente de Jesus, o maior especialista no território da emoção e vai abalar suas convicções, transformar a sua visão do personagem que acreditávamos conhecer tão bem.
Além de abordar os principais aspectos da Gestão da Emoção, o espetáculo também fala sobre autocontrole, criatividade, solidariedade e amor, ainda trata com sensibilidade temas polêmicos como depressão e violência contra a mulher.
Repetindo a dose de sucesso, a adaptação do livro para o teatro teve a produção da Applaus/Luciano Cardoso e em texto escrito pelo próprio Augusto Cury, juntamente com a roteirista e diretora Cristiane Natale

Nunca desista dos seus sonhos

Você compreende a fundo o que significa sonhar e por que é vital que Nunca Desista de seus Sonhos? Sonhar pode ser interpretado como uma maneira de busca pela felicidade, mas que comportamentos podem garantir sua conquista? No espetáculo “Nunca Desista de seus Sonhos”, a psiquiatra Camila, enquanto estudante de medicina, assiste a uma palestra de Dr. Augusto Cury e toma a decisão de seguir os seus ensinamentos. Apesar de almejar uma especialização fora do País, protela a realização por vários motivos.  A profissional é muito apaixonada pela sua área e auxilia seus pacientes, estimulando-os ao contar como homens brilhantes como Abraham Lincoln, Martin Luther King e o próprio Augusto Cury fracassaram e, ainda assim, conseguiram ser persistentes e não desistir de seus propósitos. A psiquiatra expõe seu lado humano ao confessar que tem um filho viciado em tecnologias e jogos digitais. Sua experiência com a problemática tão presente na atualidade faz parte do enredo. Ela apresenta também outros temas relevantes, como depressão e ansiedade, em cenas nas quais dois pacientes são personagens. Para superar seus desafios, Camila tem como aliada sua estagiária Helena, recém-formada em medicina psiquiátrica. A peça tem como pano de fundo passagens da vida do Dr. Augusto Cury, fonte de inspiração da nossa protagonista, com cenas que prometem emocionar a plateia. Um espetáculo que pode ressignificar ou até despertar novos olhares sobre seu projeto de vida com personagens vibrantes e divertidos. Você sonha ou apenas deseja? Descubra com o Nunca Desista de seus Sonhos!
Além de abordar os principais aspectos da Gestão da Emoção, o espetáculo também fala sobre autocontrole, criatividade, solidariedade e amor, ainda trata com sensibilidade temas polêmicos como depressão e violência contra a mulher.
Repetindo a dose de sucesso, a adaptação do livro para o teatro teve a produção da Applaus/Luciano Cardoso e em texto escrito pelo próprio Augusto Cury, juntamente com a roteirista e diretora Cristiane Natale

A Turma da floresta viva

Sabe aquela criança que não sai do celular? Que tal levá-la para conhecer o teatro e assistir a uma aventura mágica emocionante? A Turma da Floresta Viva é a primeira obra literária infantil do psiquiatra Augusto Cury adaptada para um espetáculo teatral. De uma maneira descontraída, a peça conta uma surpreendente história de preservação da natureza e sobre a saúde emocional de nossos filhos. Os gêmeos Guto e Alice não gostam muito de estudar, vivem brigando, não sabem esperar e querem “tudo” na hora. Suas únicas atividades além da escola são jogos e redes sociais. Por consequência, desenvolvem também uma grande incapacidade de concentração. Esses são sintomas do mal do século: a “ansiedade”. No entanto, as coisas mudam quando, de repente, começam a ouvir animais falantes e ficam muito intrigadas. Os tais bichos afirmam que elas são “escolhidas” como guardiãs para um desafio de proteger a natureza. Então, seus pais, preocupados com o comportamento estranho dos filhos, chamam o avô, o psiquiatra Dr. Augusto, para analisá-los. Quando vovô e netos se encontram, um grande segredo é revelado: ele também é um escolhido! Juntos, encaram um desafio de visitar a perigosa e encantada Floresta Viva, no coração da misteriosa Região Amazônica. Nessa aventura, além de serem sensibilizadas para a causa ambiental, as crianças descobrirão como controlar seus impulsos, encarar seus medos e aquietar suas mentes. Desvendando assim habilidades de gestão das emoções para salvar a Turma da Floresta Viva como guardiões da natureza.